07 outubro 2016

Sobre gente que canta acapella

Imagem: Tumblr/Comaco
Originada na prática do canto gregoriano, essa expressão italiana nomeia a música sem acompanhamento instrumental. Comecei a ouvir música assim já faz um bom tempo, e sempre que tenho um tempinho livre procuro versões desse tipo pra ouvir. Hoje eu resolvi compartilhar com vocês os meu favoritinhos pra vida toda nessa área.


Pentatonix

Mitchie, Scott Kristie cresceram juntos no Texas, e resolveram gravar um vídeo juntos cantando Telephone, pra uma competição em uma rádio local pra conhecer o elenco de Glee. Eles não ganharam, mas a versão deles no youtube bombou e eles continuaram se reunindo pra gravar vídeos. O trio teve que se separar mas, quando Scott estudava música na Universidade do Sul da Califórnia, e ficou sabendo das audições pra 3ª temporada de The Sing-Off, resolveram se juntar de novo pra participar do programa. Eles precisavam de, no mínimo, mais duas pessoas. E é aí que conheceram o Avi e o Kevin, que completam o grupo de uma maneira tão excepcional.

Com o nome de Pentatonix, uma referência ao conjunto de escala de cinco tons, o grupo cantou de ET à Give Me Just One Night, e cantou vitória com Eye Of The Tiger. Com vários EPs e um álbum lançados, atualmente o canal deles no youtube tem mais de 10 milhões de inscritos, e eles estão em turnê mundial!


Mike Tompkins

Uma noite, procurando algum cover de All Night Long, achei o canal desse cara. Aí já viu, né? Fiquei meeega viciada no trabalho dele. Foi com ele que tudo isso começou pra mim.
 Eu ouço tudo que faz da canção o que ela é.
Com um canal no youtube ativo há pelo menos uns 10 anos, Tompkins consegue interpretar músicas de um jeito incrível: sozinho, ele faz TODOS os sons! Claro que pra isso ele conta com a ajuda tecnologia. Sem contar que, na maioria dos vídeos dele, ele mostra como ele fez os sons no final.

Esse ano ele tocou no Lollapalooza aqui no Brasil, fez uma surpresa musical pra lá de fofa pra sua esposa pro #DayItFoward da Chevrolet e está trabalhando em um cover de Cheap Thrills com a colaboração dos fãs.


Voice In

Luiz, Débora, RafaelAriane e Felipe estão juntos nesse time faz pouco tempo, mas bombaram na internet com aquele mashup de músicas só da Rihanna (mas na época tinha a Aretha no lugar da Débora). Geral achava que eles fosses gringos no começo, mas não gente, eles são de Porto Alegre, no sul do nosso país tropical.

Tudo começou quando o Felipe tentou montar um grupo acapella há uns 7 anos, porém não deu muito certo (porque a vida tem dessas coisa, né?). Todos já tinha a música incrustada em seus coraçõezinhos, mas não se conheciam nem trabalhavam com aquilo que queriam. Depois de um tempo o Luiz e o Felipe se conheceram e até chegaram a formar alguns grupos, mas não rolou. Há uns 3 anos o Felipe conheceu o Rafael pela internet e convidou ele pra fazer parte do grupo mas ele nem deu bola (palavras da Débora Neto, que foi um amorzinho e me ajudou a obter as informações sobre eles pra eu poder construir esse post) naquela época, e foi pela internet que eles conheceram a Ariane também. E por último chegou a Débora, que foi convidada pra ficar no lugar da Aretha, que teve que se afastar do grupo por motivos pessoais.

Atualmente eles estão ensaiando muuuito pra gravação do DVD deles, que vai acontecer no finalzinho de outubro. Eu perguntei pra linda da Débora o que eles esperavam pro futuro (tipo, daqui a uns cinco anos) do grupo, e ó só a resposta:
Então ainda estamos bem no início da nossa sonhada trajetória. Daqui cinco anos esperamos já ter cantado em todo Brasil, já estarmos com músicas próprias e sermos reconhecidos pelo nosso trabalho, conseguir tocar as pessoas. Acho que é isso... O futuro é muito incerto, ainda mais nessa área, mas nosso maior sonho é esse.
Acho que é mais do que óbvio que todos aqui citados têm minha admiração, e que desejo que eles consigam continuar cantando e encantando muita gente por ai!

***

Mas e vocês, o que acharam? Alguém aí também ficou viciado em acapella? 

2 comentários:

  1. Nossa Camila que legal... Gostei muito isso é muito legal nunca tinha percebida essa parte da musica...muito interessante amei.

    ResponderExcluir